14/10/2013

7 - Caminho Novo do Ouro





Marco do Caminho novo b (Copiar)
Marco
Caminho Novo do Ouro





Boa 
sólida
e histórica
vertente mineira 

da serra da Mantiqueira
Através de suas trilhas puris 
o bandeirante Garcia Rodrigues Paes 
(filho de Fernão) atalhou via Barbacena 
novo 
caminho para  escoar  ouro extraído 
das minas de Vila Rica para a Corte carioca




Fazenda Borda do Campo
núcleo original da cidade de Barbacena-MG







Fazenda Borda do Campo
fundada em 1698 
durante corrida do ouro 
nas Minas Gerais 
para dar abrigo e apoio
 aos pioneiros do
atalho de Barbacena





   Toneladas de ouro e pedras raras 
         extraídas do sertão mineiro
            escoaram serra-abaixo
                   através do atalho 
                       de Barbacena 

                  para aristocráticos 
          salões cariocas e europeus 
   atraindo milhares de aventureiros

cobiça da Coroa e práticas criminosas 



Perito em reconhecimento uso e riscos do atalho de Barbacena
Joaquim José foi nomeado Alferes Silva Xavier
no Regimento de Cavalaria da Cia. dos Dragões
e promovido Comandante do Destacamento para Defesa da Lei e Ordem
no sertão proibido da vertente mineira da serra da Mantiqueira 


Caminhos Velho e Novo do Ouro

Cercado de verde bordado de flores
 o atalho de Barbacena deu certo:
Reduziu de 3 para 1 mês
o tempo da viagem MG - RJ
Levou prosperidade identidade e
poder para o estado de Minas Gerais
Despertou do sonho aventureiros do bem 
atraiu cobiça de exploradores do mal
Causou mudança da Corte e Capital 
Salvador para  Rio de Janeiro
Encurtou a desventura do Brasil Colonia
e pacificou o sertão proibido definindo 
Caminho Novo do Ouro
e 1ª estrada oficial do Brasil

                   
DSCN6736 (Copiar) (2)Enquanto ouro e pedras raras
extraídos do sertão mineiro
  ecoavam serra-abaixo
 para a Corte carioca
serra-acima porém
na contra-mão
do atalho e
do saque imperial
subiram ideais iluministas
propondo nova ordem social
inspirando Inconfidência mineira

Voltaire menor





A história só pode ser bem escrita num pais livre
<---Voltaire  filósofo iluminista



1 (20)

O sonho intenso de
 liberdade ainda que tardia 
desafiou a própria morte 
deixou rastro de sangue e dor no

atalho de Barbacena mas tampouco tardou

Bandeira verde Inconf.
Busto à beira do Caminho Novo do Ouro 
atual rua Tiradentes em Barbacena-MG
 homenageia o Mártir onde um de seus braços está sepultado




Só p lembrar:



Rubião logo que chegou a Barbacena e começou a subir a rua
 que ora se chama de Tiradentes, exclamou parando:
 _Ao vencedor, as batatas!


Alberto Santos Dumont
Barbacena-MG
JJ da Silva Xavier
Sta. Rita do Rio Abaixo







<- Heróis nativos ->
do atalho de Barbacena


Pedro no coração do atalho
Imperador Pedro I subiu os degraus da fazenda Borda do Campo
para celebrar o Fico e cogitar com o Patriarca a transferência da capital brasileira
 Rio de Janeiro para Barbacena.

E foi todavia o atalho de Barbacena passadiço do ideal iluminista e Inconfidência Mineira
Faz. da Borda do Campo (digit.) 012 (Copiar)


Caminho Novo do Ouro
Terminal-RJ
040-72-dpi-copiar
Paço Imperial-RJ


    Residência de D. João VI ->
Local da Aclamação de
D. Pedro I e D. Pedro II 
declaração do "Fico"
e assinatura da lei Áurea
1ª Casa da Moeda do Brasil 

Lembrança do Cais dos Mineiros
Terminal do Caminho Novo do Ouro





Cais dos Mineiros ->
construído no largo do Paço
para atracar barcos oriundos do porto Estrela (Magé) carregados de passageiros e riquezas que desciam dos sertões proibidos da vertente mineira da serra da Mantiqueira via Caminho Novo do Ouro (atalho de Barbacena) para a Corte carioca




 
Construção do 
cais dos Mineiros cais Pharoux
chafariz do Valentim e Paço Imperial
 para administrar e abastecer comércio moradores e navios no terminal do 
Caminho Novo do Ouro

chafariz-pintura-de-richard-bates-1808
Cais Pharoux chafariz do Valentim e Paço Imperial
Richard Bates 1808
causou 1ª revolução urbana na
 cidade  do Rio de Janeiro



Cais  chafariz Paço Imperial 2020



Rugendas
Praia dos Mineiros
Rugendas 1820
"Se se pode acrescentar algum dado, é de se lembrar que foi na Praia dos Mineiros que o alferes Joaquim José da Silva Xavier (1746-1792), o Tiradentes, à época em que ficou ausente de seu regimento em Minas Gerais quase um ano e meio, tentou encetar algumas iniciativas empresariais no RJ.
cais-e-hotel-pharoux-adolphe-dhastrel-praia-d-manuel-1841
Praia D. Manuel
 Adolphe D’ Hastrel  1841 
Uma delas foi procurar arrendar oito braças de terrenos na Praia dos Mineiros e seis braças na Praia de Dom Manuel para construir um guindaste de madeira que serviria para o embarque de animais quadrúpedes e manufaturas" (Arquivo Histórico Ultramarino (AHU), Lisboa, seção Rio de Janeiro, Avulsos, caixa 142, doc. 8, 18/8/1788).



Continua >--->---->



--->










Sertão proibido do

 Caminho Novo do Ouro











… sair de Minas, passava por Paraíba do Sul, Paty do Alferes, Xerém, indo até o porto de Pilar do Iguaçú, onde se embarcava, descendo pelo rio Iguaçú até a Baía de Guanabara, para chegar ao cais dos Mineiros…”
































2 comentários: